Fui demitido, e agora?

Segundo dados do IBGE em 2016, cerca de 12 milhões de brasileiros estão desempregados.

Isso realmente é um dado alarmante.

Diante desse cenário, somado a crise financeira pela qual o nosso país está atravessando, não é raro encontrar pessoas que perderam seu emprego.

Por ser uma fase que envolve muitos desafios decidi escrever esse artigo para orientar os que estão nesta situação.

Um momento para reflexão, porque fui demitido?

A pior coisa que uma pessoa que acabou de perder o emprego pode fazer é se desesperar.

Esse é o momento em que importantes decisões serão tomadas, com escolhas que vão refletir diretamente no futuro da pessoa.

Desta forma é necessário que decisões emotivas sejam deixadas de lado para dar lugar a decisões racionais.

Algumas perguntas devem ser feitas pelo trabalhador como uma auto reflexão para que novos caminhos sejam tomados

Por que fui demitido? Existia algo que poderia ter sido feito para que não fosse demitido? Será que dei o melhor de mim enquanto estava empregado? Estava mais preparado para o cargo do que os outros colegas? Estava trabalhando com eficiência?

Compreender as escolhas ruins realizadas no passado é a chave para escrever um futuro melhor

Não são todos os casos, é claro, em que o empregado poderia ter feito algo para evitar a sua demissão, como o fechamento de um fábrica, onde todos os trabalhadores são demitidos, por exemplo.

Quais são os meus direitos?

No Artigo, Fui demitido sem justa causa, quais são os meus direitos? expliquei de forma detalhada os direitos decorrentes deste tipo de demissão.

São eles:

  • Aviso prévio
  • Saldo de salário
  • Férias acrescidas de 1/3 nos casos em que couber
  • Férias proporcionais
  • Multa de 40% sobre o saldo do FGTS
  • 13° proporcional

Já para os casos em que houver demissão por justa causa os direitos serão apenas:

  • Saldo de salário
  • Férias acrescidas de 1/3 nos casos em que couber

Portanto, é imprescindível que o empregado esteja atento aos valores constantes da sua rescisão, para evitar que este receba valor inferior ao que lhe é de direito.

Um novo caminho…

Após a reflexão realizada sobre o que se passou, agora é o momento de traçar novos caminhos a serem percorridos.

Se você foi demitido essa é a melhor fase para definir novos objetivos e traçar novas metas.

Você era feliz com o que estava fazendo? Gostava da área em que atuava?

Se a resposta foi sim, ótimo, se a resposta foi não, porque então não investir buscando aquilo que realmente lhe faça feliz?

Não adianta continuar fazendo as mesmas coisas e querer resultados diferentes.

Mudar realmente é complicado, sair da zona de conforto não é fácil, mas com certeza a médio e longo prazo isso trará benefícios para a saúde profissional do trabalhador.

Deixem suas dúvidas nos comentários!

Se gostou curta e compartilhe, até a próxima! 

Designed by Photoroyalty / Freepik

Notícias Relacionadas

2 Comentários

    • José Robero
      3 de julho de 2017, 19:19

      Fui demitido gostaria de entra com uma ação trabalhista,pois entrei na empresa com a minha audição perfeita e fui demitido com deficiência auditiva onde posso recorrer. Muito Obrigado

      Leave a reply
      • Alexandre Bastos
        4 de julho de 2017, 12:23

        Olá José, agradecemos o comentário. Você deve procurar uma delegacia regional do trabalho, o seu sindicato ou um advogado da sua região para que possa ingressar com essa ação trabalhista buscando o ressarcimento do pelo dano causado a você.

        Leave a reply

Deixe-nos seu comentário